terça-feira, 22 de agosto de 2017

Bolsa kori kumi II

Como me tinha sobrado mais um painel do tecido que tinha feito a outra bolsa que podem ver aqui, decidi fazer uma para mim.

A bolsa que levava ao fim de semana à praça já não me chegava para levar a tralha toda (telemóvel, óculos, carteira, chaves etc.), então , inspirada nas famosas bolsas da Lete, resolvi que ia fazer uma com o mesmo acabamento dos cordões em cima, embora para fins diferentes.

Não sabendo muito bem como ia fazer, comecei por dar voltas aos trapinhos e vi umas calças de ganga que estavam para reciclar, então as ideias foram surgindo.

Vamos lá então ver o desfile!


Lá fomos nós ao Mercado Municipal, ao fim do dia.



Paragem obrigatória na banca da Célia Gouveia.


Até fui presenteada com uns torresmos acabados de fazer, huuumm uma delícia! Ainda quentinhos!!
A vida é feita de pequenos gestos como estes! 



Resolvi dar-lhe dois lados bem diferentes, é conforme o espírito do dia. 
Não quis fazer maior, mas ficou a vontade de repetir uma com tamanho XXL, para colocar as compras mais frágeis.


As bancadas regalam as nossas vistas.





Moranguitos bem fresquinhos que foram directamente para uma sobremesa feita pela mãe e muito solicitada, como podem ver aqui .


Queijos frescos para todos os gostos : queijo fresco natural , chocolate, café, caril, perpétua roxa, mel e amêndoa, tomate seco, coentros, salsa e alho, etc...


Os deliciosos enchidos.


As alças não as quis deixar na totalidade em ganga, então resolvi colocar uma tira de bolas, para fazer conjunto com os dois lados.



 O Talho "Alves & Águas", que marca presença no nosso mercado já há uns anitos valentes, onde podemos ser atendidos por uma equipa sempre bem disposta e conselheira nos diversos tipos de carnes, bem como a melhor maneira de as preparar.


Espero que lhes tenha alegrado a vista.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Cesta Ilha do Farol

Em tempos ofereceram-me esta cesta, mas como não era verão fiquei sempre a pensar que teria que fazer alguma coisa diferente das anteriormente realizadas que podem ver AQUI e AQUI, como estou numa de costurices, nada melhor que fazer alguma coisa ligado à praia e em tecido.

Quem me conhece, sabe o quão sou apaixonada pela ILHA DO FAROL, então nada melhor que fazer alguma coisa que me fizesse recordar os bons momentos que lá tenho passado.

Desta vez, quem foi modelito da cesta foi a minha mãe que andava toda vaidosa a passear pela praia fora, que contente andava, apesar do sol teimar em não aparecer, o dia tornou-se perfeito para uma sessão de fotos.

Então vamos lá ver se vai de encontro com os vossos gostos.









Olha pra ela tão linda! 
A roupa nem que fosse escolhida, mas não, só reparei quando estava a fazer o post, ficou mesmo a condizer...ehehehe.





Tenho que confessar que algumas peças deram-me um trabalhão, até tive que repetir, como foi o caso da bóia. Fiz primeiro tudo cozido à máquina e quando pensava que tinha corrido na perfeição, encontrei uma prega, tive então de voltar a fazer, no entanto desta vez cosi só a parte de dentro, voltei e cosi normalmente a parte de fora, deixei uma entrada para o enchimento e cosi o resto à mão, finalmente cortei a borda com a tesoura de ondas. Bem que podia ter ficado sem costura por fora, mas pronto fica para a próxima. 
Não é fácil , fazer a bóia com as costuras por dentro, talvez o seja para as peritas nas costurices.

Estes tons marítimos alegram-me, magníficos!!


O meu adorável  FAROL.






Estes buracos nas rochas são fascinantes, a sessão fotográfica fez-se da Praia da Rocha até à Praia dos Careanos, perto da praia do Vau. 





Foi a minha vez de ser contemplada com uma foto! Boa Mãe! Estás uma profissional no mundo das fotografias ehehe


Desculpem lá o desfile, mas já sabem sou assim!